quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Uma (re)apresentação


Eu já desisti.
Já voltei atrás.
Desisti e mudei.
Desisti e voltei.
Já cheguei ao fim.
Já enxerguei o começo.
Já tentei de novo.
Mudei, mudei, mudei
Cresci.
Escrevi.
Fiz poema.

O que é o fim?
O que é um começo?
Será que é o começo do fim?
Ou seria mais o fim do começo?
Ou seria apenas um começo dado após um fim?

Eu desisti
Eu mudei
Eu cresci
Eu voltei.
Talvez nem tenha ido embora...

Talvez aqui seja o ninho
Onde a passarinha sempre volta
Volta porque cresceu
Volta porque mudou
Volta por que tem sonhos
Volta por que o mundo é hostil
Volta porque ficou triste
Volta por que sorriu.

Volta por que aqui
Nesse canto
Pequeno canto
Ela pode ser ela mesma
Ela pode sorrir
Pode sonhar
Volta porque esse canto é dela
E ela é dela
O mundo é dela
Talvez não por completo
Talvez não em pedaços.

A arte não é uma grande busca?

Desistindo
Crescendo
Chorando
Sorrindo
Indo embora
E voltando
Com todas as certezas
Ou nenhuma
Mas sem duvida

Descoberta.